Buscar

Embalagem plástica 100% reciclada


A Plastiweber, empresa de soluções sustentáveis em plástico, desenvolveu um novo filme, termoencolhível e de embalamento automatizado, 100% reciclado, que chega no segmento calçadista como uma solução mais eficiente e sustentável para agregar as unidades em fardos para transporte. A diretora de Marketing da empresa, Aline Assmann, conta que, no setor já há algumas soluções sustentáveis em produtos, como calçados feitos com parcela de material reutilizado, com plástico retirado dos oceanos e garrafas PET, entre outros. Agora, explica ela, é possível expandir as soluções para embalagens, mantendo a performance e a viabilidade econômica. “A Plastiweber trabalhou para ampliar as soluções sustentáveis para as embalagens secundárias e terciárias de forma não só economicamente viável, mas que trouxesse melhorias nos processos de logística e gerasse uma série de benefícios socioambientais que podem ser explorados pelas marcas no setor de marketing. Tivemos um caso de uso que foi premiado no ano passado, o da Pampili, nossa cliente que aderiu ao Green Packing e nos permitiu insights de como essa nova forma de embalar calçados pode impactar positivamente as marcas de diversas formas”, descreve Aline.


Apresentado ao setor durante o Salão Internacional do Couro e Calçado (SICC), em Gramado/RS, no último mês de maio, o Green Packing conquistou o Prêmio Grandes Cases 2021 na categoria Impacto Econômico, a partir da substituição das caixas de papelão por embalagens plásticas de materiais reutilizados.


Um estudo da Plastiweber feito a partir desse caso de uso no setor calçadista mostra que a automatização para o embalamento e a maleabilidade da embalagem plástica - que ocupa menos espaço - permitem melhorias logísticas na cadeia produtiva. De acordo com o levantamento, uma produção de 30 mil packs plásticos por mês pode ser embalada por apenas dois colaboradores e carregada em 21 carretas. A mesma produção, em caixas de papelão, demandaria cerca de oito colaboradores e 26 carretas. As embalagens da Plastiweber, incluindo a linha Green Packing, são geradas dentro de um ecossistema circular.


Através de logística reversa com clientes, parcerias com grandes varejistas e projetos socioambientais com cooperativas, escolas e comunidades, a empresa coleta o resíduo plástico que iria parar em aterros sanitários, seleciona e processa para que retorne ao mercado como uma nova embalagem.


Este ciclo gera uma série de benefícios socioambientais agregados ao uso do plástico reciclado. Em 2021, o volume total de plástico de reuso pela Plastiweber possibilitou a redução de emissão de 17 milhões de quilos de CO2, além de diminuir o consumo de mais de 10 milhões de litros de petróleo e de 26 milhões de quilowatts de energia elétrica. Foram gerados, ainda, 7.386 empregos diretos e indiretos em toda a cadeia.