Buscar

Veja como foi o primeiro Brazilian Leather Webinar Series


O que está direcionando a relação das marcas e seus fornecedores hoje e as perspectivas para o futuro? Qual é o papel em profundidade da cadeia de suprimentos na indústria da moda? Onde se posiciona a sustentabilidade neste escopo? Estas e outras perguntas estiveram em pauta na primeira edição do Brazilian Leather Webinar Series tendo como tema central Fashion and Sustainability, que ocorreu no dia 24 de setembro.


O debate em torno destas questões foi feito em transmissão ao vivo online com Yoann Regent (grupo Kering), Beto Bina (Vert/ Veja), Walter Rodrigues (designer/ Inspiramais) e Verônica Meurer (Curtume Courovale). O time compartilhou visões práticas e experiências de suas organizações, mostrando ao público o planejamento e como pensam marcas que são referência em seus respectivos segmentos.


O Brazilian Leather Webinar Series é realizado pelo Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB), com o apoio da National Wildlife Federation (NWF), entidade de conservação ambiental.


Yoann Regent

Kering


“É crucial ter uma cadeia de suprimentos robusta e sustentável se quisermos continuar no mercado, porque, com isso, nos protegemos em crises como a que está acontecendo agora. Há uma tensão muito grande da crise de saúde com a crise geral de biodiversidade e do meio ambiente. As pessoas querem garantir que o que elas compram não tem impacto negativo no meio ambiente. Por causa disso, a possibilidade do couro como material sustentável pode ser usada como vantagem competitiva para defendermos esse produto. ”


Beto Bina

Vert/Veja


“A gente olha a cadeia como um todo e tenta desenvolver projetos onde haja refl exão e aprofundamento com cada um desses materiais, seja com algodão, alternativas de poliéster ou o trabalho com couro. Não dá para ter verdades universais. Tudo é passível de ser investigado e melhorado. Tem que ser humilde o sufi ciente para falar que nós não temos todas as respostas (sobre comunicação de possíveis impactos causados pela atividade industrial ou de materiais). Poder ser franco e dizer até que ponto podemos mensurar. A comunicação para o consumidor vai dessa honestidade, dessa autenticidade de poder falar que a gente não tem todas as respostas e poder entregar as respostas que temos da maneira mais honesta possível. ”


Walter Rodrigues

designer/Inspiramais


“O Brasil é um país super jovem, estamos iniciando a curva de envelhecimento. O movimento dessa massa de consumidores jovens se torna extremamente importante para as práticas sustentáveis. Moda sempre teve um papel interessante de acelerar conceitos, até antes da pandemia. Uma pesquisa mostrou que 74% dos jovens entre 18 e 35 anos pretendem empreender. A moda, a partir desse momento que a gente teve uma experiência tão dura com a Covid, em que passamos a prestar muito mais atenção ao nosso conforto, ao que nós realmente necessitamos, e na minha visão a necessidade é a mãe da inovação, uma grande parte desses 74% de jovens irão caminhar para a indústria do bem-estar. E isso pode ser moda de vestir, de calçados, de móveis, enfim... o design é encantador! ”


Verônica Meurer

Curtume Courovale


“Com essas ferramentas (certificações), é possível adequar as atividades do curtume e buscar a melhoria contínua, para estar de acordo com as exigências que mercado e os jovens consumidores cada vez mais querem, preocupados com o meio ambiente, o bem-estar animal e com a procedência da matéria-prima. Buscando junto aos fornecedores a transparência e o cumprimento de regras pré-estabelecidas, a gente vai poder fornecer aos clientes um couro que seja produzido usando das melhores práticas ambientais, sociais e econômicas.”

Entre em contato conosco

Revista Tecnicouro

Rua Araxá, 750 - Bairro Ideal

Novo Hamburgo - RS

CEP 93334-000

(51) 3553-1000

Assine a newsletter