Buscar

Tecnologia em tecido diminui em 99,9% as chances de contaminação cruzada do coronavírus


Utilizando-se da nanotecnologia, a TNS Nano desenvolveu um aditivo antiviral aplicado nos fios dos tecidos. Quando os componentes entram em contato com os microrganismos patogênicos, a camada bilipídica dos vírus é rompida, impossibilitando que se fixem na superfície.


Além disso, o sistema é capazes de inativar o Sars-Cov-2, responsável pela Covid-19, a partir de 30 segundos de contato e sem causar prejuízos ao meio ambiente e à saúde humana. Segundo a empresa, a eficácia do produto foi comprovada por diferentes laboratórios especializados dentro e fora do Brasil.


A proteção consiste na aplicação do fio de poliamida com ação antibacteriana e antiviral, inclusive contra os micro-organismos envelopados, como são classificados os vírus influenza, herpes vírus e coronavírus.


A propriedade antiviral e antibacteriana permanece durante toda a vida útil do tecido, mesmo em situações extremas de uso, manutenção e higienização, como no caso de pessoas acessando constantemente um veículo de transporte público.