Buscar

Tecnologia e saúde aliada em têxteis para sportwear


O segmento de sportwear vem ganhando cada vez mais espaço no mercado da moda e no dia a dia dos consumidores. Segundo estudos da Statista, a expectativa é que o setor alcance valores perto de US$ 207 bilhões em todo o mundo até 2025, com crescimento anual de 2%. Entre os fatores apontados para a exponencial alta está o desenvolvimento de tecnologias dos tecidos que apostam no equilíbrio da alta performance, conforto e saúde.


Um bom exemplo dessa jornada tecnológica na indústria têxtil é o tecido produzido com fio de poliamida Emana, criado pela Rhodia no Brasil. Considerado altamente inteligente por proporcionar diversas funcionalidades - desde desempenho esportivo até a redução dos sinais da celulite - o produto atende também praticantes de atividades como yoga e pilates que necessitam de tecidos de leve compressão com função modeladora. O fio, de acordo com a empresa, atua também na melhora da circulação sanguínea, descanso muscular, proteção solar e bem-estar.


A Diklatex, que desenvolve tecidos tecnológicos e inteligentes, possui um portfólio de oito produtos que agregam mais funcionalidades ao tecido. A partir de pesquisas de comportamento e tendências de consumo que cruzam informações de portais internacionais e mercado interno, fortaleceu ainda mais a parceria com a Rhodia para ofertar uma linha de tecidos produzidos com o fio inteligente Emana.


Emana Magic - Diklatex

Mais uma razão que impulsiona esse mercado de tecidos tecnológicos é a forte tendência do home office, e com ele, o surgimento de uma nova relação com o vestir. Novos hábitos reforçaram a necessidade do conforto, e a busca por materiais e tecidos que facilitem os movimentos, o descanso e o bem-estar. A roupa deixou de ser um acessório e se tornou uma aliada da saúde. A indústria têxtil está atenta à demanda crescente e vem investindo em inovação para atender a tendência do comfy, athleisure e homewear.


Para o diretor executivo da Diklatex, André Jativa, a busca por referências técnicas e tecnológicas em soluções têxteis deve oportunizar significativas mudanças de comporta- mento no mercado têxtil e consumidor. “Hoje a indústria como um todo desperdiça a oportunidade de usar tecnologias a nosso favor, e isso deve mudar. Desde a chegada em casa, até a hora de vestirmos a roupa do trabalho, temos um período superior às oito horas necessárias para usufruir dos melhores benefícios promovidos pela tecnologia Emana, aliados às tecnologias dos tecidos Diklatex. Tenho convicção de que as empresas e marcas confeccionistas que embarcarem nessa ideia e conseguirem pivotar para explorar essa oportunidade com excelência, serão recompensadas pelo valor entregue aos seus clientes”, conta André.


A Favorita, marca fitness e de cosméticos, que integra o Grupo Crisdu, utiliza a tecnologia do fio Emana na produção de calças leggings e corsários. Segundo o CEO do Grupo, Eduardo Perez Nogueira, a procura por tecnologias que aliam saúde e conforto em uma peça de roupa que pode ser usada a qualquer momento do dia vem aumentando e ditando o ritmo da produção. “O principal atributo que nossa consumidora busca é o benefício da redução dos sinais da celulite, e melhora da firmeza da pele e elasticidade, aliado ao conforto e modelagem que já conhecem. Acreditamos na demanda de produtos com fio Emana, tanto que ampliamos a nossa linha de Fitness para Casual e Shapewear. As nossas consumidoras usam nossas peças o dia todo, seja para ir ao trabalho, se exercitar ou somente lazer”, ressalta André.


Tecnologia do fio

A tecnologia Emana oferece diversos benefícios por meio de minerais bioativos incorporados ao fio que tornam os tecidos mais inteligentes e funcionais. Pode ser utilizada na prática esportiva para quem busca alta performance e posterior recuperação muscular ou na prática de yoga, para quem busca conforto durante o exercício e ao longo do dia. Quando utilizada corretamente, isto é, em contato direto com a pele por mais de 6h, auxilia na redução dos sinais de celulite, firmeza da pele, alívio das dores nas pernas e rápida recuperação muscular.


Um mercado ainda pouco explorado utilizando tecidos técnicos e tecnológicos é o de roupas recovery, para recuperação muscular após o treino e grande esforço físico. Os minerais bioativos em contato com a pele absorvem o calor do corpo e devolvem em benefícios, oferecendo propriedades de termorregulação e melhorando a microcirculação sanguínea. “Compreendemos que há um potencial mercado para atender esses novos hábitos com tecidos e peças pensados na recuperação e promoção de saúde e bem-estar durante o período de descanso”, ressalta André Jativa.