Buscar

Tênis baseado em modelo de negócio focado em sustentabilidade


Osklen AG é um marco na categoria de tênis ao empregar na sua confecção um elaborado mix de ingredientes sustentáveis em um único projeto. Desenvolvido para criar

o menor impacto ambiental possível, promove a economia da floresta em pé, a geração de renda e o empoderamento de grupos de ribeirinhos, indígenas e comunidades do Brasil. Desde resíduos reaproveitados ao couro integralmente rastreável, a linha de tênis utiliza os e-fabrics, matérias-primas de origem sustentável desenvolvidas em parceria com o Instituto E, além do látex natural da Amazônia. A fabricação de cada par de tênis reutiliza pneus descartados, cortiça, palha de arroz, cana-de-açúcar, resíduos de fio de algodão e lona.


Segundo o fundador e diretor criativo da Osklen, Oskar Metsavaht, não é de hoje que uma relação mais consciente com o planeta inspira a marca na pesquisa e criação de produtos que possam ser uma opção mais sustentável para os clientes. Há mais de 20 anos, a empresa tem se dedicado, de forma pioneira, ao propósito da sustentabilidade, incorporando estilo e design a produtos éticos que inspirem cada vez mais pessoas a adotarem uma vida mais equilibrada e consciente. “No desenvolvimento da linha Osklen AG reunimos nossas melhores práticas socioambientais para criar o tênis mais sustentável possível, estimulando a cadeia de novos materiais sustentáveis, com garantia de origem, transparência, rastreabilidade e geração de renda para comunidades ribeirinhas e indígenas. Este projeto simboliza a adoção de uma atitude a favor de uma vida mais sustentável, em que o consumidor pode assumir o protagonismo na mudança do perfil do consumo, tornando-o um ato em prol do desenvolvimento humano sustentável”, contextualiza Oskar.


Matérias-primas em detalhes

* Eco Lona confeccionada a partir de fibras recicladas e algodão

* Couro bovino certificado com garantia de rastreabilidade, zero cromo

* Solado Osklen AG, uma combinação inovadora e exclusiva. Contém látex natural da Amazônia e resíduos reaproveitados (borracha reciclada, pó de pneus descartados, cortiça e palha de arroz)

* Palmilha em EVA verde produzida com 70% de cana-de-açúcar.