Buscar

Produtos orgânicos com materiais de origem vegetal e bioderivados


Fabricante de compostos de PVC, a PVC Sul tem na indústria de calçados ao redor de 90% do seu faturamento. As consequências da pandemia impactaram muito a produção da empresa de março até agora, pois houve uma significativa redução nos pedidos. A expectativa, segundo a gerente de desenvolvimento de produtos, Monica Debarba, é que o retorno à normalidade não se torne realidade antes de 2021.


Mesmo neste cenário, a indústria deu continuidade aos desenvolvimentos que vinha fazendo. Entre os projetos mais importantes para 2020 estava o lançamento da série Eco, uma linha de produtos orgânicos desenvolvidos com a incorporação de fibras naturais brasileiras (coco, cana-de-açúcar e bambu) nos materiais para serem usados em solas de calçados, cabedais e modelos full plastic, além de bolsas.


“A economia vai retomar a realidade com consumidores muito diferentes, com mais preocupação em preservar o meio ambiente, e aquilo que havíamos projetado para o futuro vai ser demandado imediatamente”, prevê Mônica, destacando que um grande desafio para os fabricantes de PVC vai ser aumentar a participação no mercado e desmitificar a resistência de alguns setores ao material que ainda sofre preconceito.


Hoje, segundo a gerente, as matérias--primas de origem vegetal renovável vêm ganhando espaço na produção de PVC. Ela se refere aos óleos vegetais bioderivados que já estão substituindo os petroderivados, e a PVC Sul se identifica muito com esta preocupação ambiental. “Estamos apostando nos novos produtos mais orgânicos e eco-friendly, todos produzidos em nosso País, pontua Mônica, revelando que, além destas linhas com percentuais de até 80% de renováveis em suas formulações, a empresa trabalha sempre para buscar alternativas para aumentar estes valores, e trazer mais sustentabilidade aos materiais.

Entre em contato conosco

Revista Tecnicouro

Rua Araxá, 750 - Bairro Ideal

Novo Hamburgo - RS

CEP 93334-000

(51) 3553-1000

Assine a newsletter