top of page
Buscar

Nova fornecedora de Knit estreia na Fimec


Criada em junho de 2020, para atender a enorme demanda por máscaras cirúrgicas de proteção facial, provocada pela pandemia do Coronavírus, a Texstan, com sede em Novo Hamburgo/RS, abre o ano de 2022 expandindo os negócios. A empresa está com uma nova divisão, a Texstan Knit, voltada para a produção de cabedais de calçados em knit (processo que une técnicas do tricô com sistemas inteligentes, para produzir componentes de calçados e artefatos em tecelagem técnica 3D).


Idealizada por empresários oriundos de empresas tradicionais do setor calçadista, a Texstan gera hoje 50 empregos diretos, com capacidade para produzir até 400 mil máscaras cirúrgicas por dia. Com a entrada no mercado de cabedais para calçados, que recebe a marca Texstan Knit, a expectativa é a geração de mais 50 empregos imediatamente.


Os empreendedores estão investindo R$ 12 milhões no novo negócio - inicialmente para custear as 40 máquinas de tear que já estão funcionando e a construção de um pavilhão próprio. A empresa está aguardando a liberação da prefeitura para a construção do pavilhão de 3.300 metros quadrados, com capacidade para abrigar rapidamente até 120 máquinas de tear.


“A decisão de entrar na indústria de moda está relacionada à nossa vi- são de oferecer alternativas que contribuam para a sustentabilidade do setor calçadista e para a redução de custos em seus processos produtivos”, afirma o diretor industrial da nova divisão da Texstan, Gustavo Fleck. De acordo com ele, o cabedal produzido em knit diminui consideravelmente a necessidade de processos na linha de produção, gerando ganho muito importante de tempo.


Conforme o diretor comercial da Texstan, Felipe Ferrari, a meta é oferecer uma solução de alta qualidade, com matéria-prima sustentável, um poliéster a base de PET reciclado, dando uma contribuição importante para que os clientes possam oferecer produto final comprometido com a sustentabilidade ambiental.


A agilidade que o sistema oferece para o desenvolvimento de novos produtos é um dos diferenciais da tecnologia, além da possibilidade de criação de materiais customizados. “Nosso objetivo é atender demandas específicas de cada cliente”, afirma Felipe. O diretor comercial lembra que “quem trabalha com produtos fashion precisa de agilidade e de novidades permanentemente, e nosso sistema de trabalho está pronto para atender este segmento dentro do tempo que ele precisa para desenvolver suas coleções”.


A estreia da Texstan Knit aconteceu durante a Fimec 2022, em Novo Hamburgo/RS, de 8 a 10 de março. A empresa apresentou a tecnologia para produção de cabedais a partir de aproveitamento de materiais. Os diretores da empresa acreditam na permanência da tendência de posicionamento preservacionista como ”um movimento que será realidade no futuro da indústria fashionista”.

bottom of page