Buscar

Mudança acelerada para uma economia circular


A Covestro está comprometida em tornar a economia circular um modelo para um mundo verdadeiramente sustentável. Para isso, a fabricante de materiais de base deseja alinhar completamente toda a sua produção e a gama de produtos, bem como todas as áreas a longo prazo ao conceito circular. Essa visão estratégica deve ser implantada gradualmente com medidas e projetos concretos, especialmente nas indústrias química e de plásticos, e contribuir para o objetivo de uma economia neutra em gases de efeito estufa.


A empresa planeja converter suas instalações de produção em todo o mundo em matérias-primas alternativas e energia renovável. Além disso, mais de 20 projetos estão pesquisando novas maneiras de obter mais e melhor reciclagem. Os produtos devem ser cada vez mais adaptados para reciclagem posterior e alinhados ainda mais de perto com os objetivos de sustentabilidade da Organização das Noções Unidas (ONU). Além disso, deseja cooperar com parceiros em todas as áreas do ciclo de criação de valor e também aproveitar novas oportunidades de negócios de interesse mútuo.

Princípio orientador

“A economia circular levará o mundo, como um todo, a um futuro sustentável. Ela deve se tornar o princípio orientador global para alcançar a neutralidade climática e proteger os recursos cada vez menores do nosso planeta”, enfatiza o CEO da Covestro, Dr. Markus Steilemann. De acordo com ele, as empresas e a sociedade precisam repensar com urgência o modelo de uso único - produção, consumo e descarte. “Nossa indústria pode e quer apoiar essa transformação”, reforça Markus.


Em 2019, a Covestro lançou um programa estratégico para ancorar a circularidade em todas as áreas da empresa em uma abordagem holística. O foco está em quatro tópicos:

  1. Matérias-primas Alternativas: biomassa, CO2, bem como materiais e resíduos em fim de vida útil substituem as matérias-primas fósseis, como o petróleo.

  2. Reciclagem Inovadora: as novas tecnologias com eficiência energética garantem maior e eficaz reciclagem de materiais e resíduos em fim de vida.

  3. Soluções Conjuntas: para promover a economia circular, a Covestro busca a cooperação intersetorial.

  4. Energias Renováveis: a economia circular só é realmente sustentável se também for usada eletricidade de fontes alternativas.

Resíduos plásticos como recurso Sustentável

A Covestro oferece produtos inovadores baseados em matérias-primas alternativas. Isso inclui componentes de base biológica para tintas para automóveis e móveis, além de materiais feitos com CO2, usados em colchões, pisos esportivos e têxteis. A empresa vê um grande potencial em pesquisas, principalmente na reciclagem de produtos químicos, ou seja, na reconversão de plásticos em suas moléculas e em sua reutilização.


Também atua em inúmeras colaborações, por exemplo, para usar a tecnologia Blockchain para aumentar a transparência nas cadeias de suprimentos no sentido da economia circular. Como parte da Alliance to End Plastic Waste (aliança para acabar com o desperdício de plástico), uma rede global de empresas ativas, a Covestro ainda trabalha para garantir que os plásticos usados não sejam mais descartados de maneira descontrolada.


Além de matérias-primas alternativas, como materiais em fim de vida, CO2 e biomassa, a energia renovável é necessária para alcançar uma economia circular verdadeiramente eficiente em termos de recursos. Portanto, a organização mudará gradualmente sua produção para isso. No primeiro passo, a empresa fornecerá uma parte considerável de sua eletricidade para suas usinas na Alemanha a partir de 2025 de um parque eólico no Mar do Norte que está sendo construído pelo fornecedor de energia dinamarquês Ørsted.

Entre em contato conosco

Revista Tecnicouro

Rua Araxá, 750 - Bairro Ideal

Novo Hamburgo - RS

CEP 93334-000

(51) 3553-1000

Assine a newsletter