Buscar

Estilo e proteção também para as máscaras


A Covid-19 colocou o mundo de cabeça para baixo. Nova doença, novos hábitos e as máscaras, um dos principais aliados na prevenção, foram além das recomendações sanitárias e se transformaram em moda.


Como não dá para sair de casa sem elas, o melhor foi usar a criatividade para dar um toque pessoal neste acessório. Diversidade não falta: brancas, coloridas, de bolinhas, com bichinhos, com a marca do time do coração. Tem para todos os gostos e cada um pode personalizar suas máscaras deixando- -as, literalmente, com a sua cara. O importante é usá-las. E se forem estilosas melhor ainda. Dá para se destacar na multidão que agora anda pelas ruas com metade do rosto coberto.


Mas com a flexibilização e o retorno gradativo à rotina surge um novo desafio: as máscaras precisam ser trocadas a cada três horas, no máximo, ou seja, é preciso carregar quantidade suficiente pelo período em que estaremos fora de casa, acondicionando-as de forma a se manterem esterilizadas. E também é preciso guardar as máscaras usadas, caso não sejam descartáveis, para que possam ser posteriormente higienizadas. O cuidado nesse momento é fundamental para que não contaminem o ambiente onde serão guardadas.


Pensando nesta necessidade, a Castanhal, maior produtora de fios e telas de juta das Américas, desenvolveu juntamente com a artesã Del Carmem Vilar, parceira da Castanhal há cinco anos, dois modelos de necessaire que podem ser usados para armazenamento das máscaras limpas e para aquelas que já foram utilizadas. Del Carmen elaborou dois tipos de necessaires em juta para o acondicionamento das máscaras, sendo uma de 31x20cm, feita com o recorte da sacaria Cafés do Brasil 30 quilos, e outra com a tela de juta F9, medindo 21x13cm. “Uso a juta em meus trabalhos porque valorizo a fibra sustentável. A estampa de café nas necessaires combina com a matéria-prima e confere um ar mais fashion ao produto. Estamos vivendo um momento que exige muito o autocuidado e seguir as orientações com estilo transforma o dia a dia para melhor”, afirma a artesã Del Carmen Vilar.