Buscar

DUPONT premia projetos para a proteção do trabalhador


As ideias mais inovadoras do Brasil e da América Latina para redução de acidentes de trabalho, maior conforto de trabalhadores e aumento de produtividade nas empresas foram reveladas na noite de 9 de dezembro último, durante a cerimônia de premiação online do 10º Prêmio DuPont de Segurança e Saúde do Trabalhador.


O prêmio, promovido pela DuPont Personal Protection, é uma homenagem e reconhecimento de empresas e estudantes que aplicam ou sugerem as tecnologias DuPont para melhorar a segurança de profissionais da indústria. Durante o evento, foram divulgados os premiados em sete categorias, para os quais foram distribuídos viagens para os EUA, laptops e fones de ouvido sem fio.


Proteção Térmica


1º lugar: Rockwell Automation - O projeto promoveu melhoria imediata na proteção de trabalhadores da área elétrica na fábrica de Jundiaí/SP com a troca de vestimentas mistas pelos inovadores trajes Nomex Essential Arc.


2º lugar: Painco - Ao escolher vestimentas de DuPont Nomex Essential Arc, a empresa reduziu de 38% para 20% os riscos de queimaduras totais, elevou a vida útil dos EPIs de 50 para mais de 200 lavagens e garantiu maior conforto e mobilidade a seus funcionários.


3º lugar: Santo Antônio Energia - A Hidrelétrica Santo Antônio passou por um amplo projeto de segurança do trabalho que envolveu a implementação da tecnologia DuPont Nomex Essential Arc. A Santo Antônio Energia, que gere a usina, garantiu maior proteção aos colaboradores, que confirmaram também o alto conforto oferecido pelo EPI.


Corte e Abrasão


1º lugar: Vale - No projeto, a empresa passou a utilizar luvas, mangotes e vestimentas com a tecnologia Kevlar Armor, aumentando o nível de proteção, conforto e destreza.


2º lugar: Parker - Ao perceber que luvas de malha não estavam protegendo as mãos de trabalhadores contra temperaturas de até 240º C, a Parker Hannifin decidiu buscar EPIs que efetivamente atendessem ao triângulo proteção-temperatura-destreza. A solução foi a tecnologia Kevlar, da DuPont, que em testes ofereceu proteção por mais tempo, mais destreza, ergonomia, além de economia.


3º lugar: Michelin - A fabricante de pneus quadruplicou (de 7 para 27 dias) a durabilidade de luvas de proteção ao mudar os EPIs de couro por Kevlar no serviço de troca de lâminas de um equipamento de extrusão de borracha em Itatiaia/RJ. A tecnologia DuPont ampliou proteção contra corte, abra- são e altas temperaturas, garantiu ma- leabilidade/destreza e reduziu custos em 68% a longo prazo.


Proteção Química


1º lugar: Nissan - A montadora elevou os padrões de segurança contra lesões por baixa temperatura durante o processo de jateamento com CO2 em seu complexo industrial em Resende/ RJ. Com a implantação de macacões com a tecnologia Tyvek, atingiram a marca histórica de 400 dias sem acidentes com afastamento no setor de pintura, a reduzir índices de sujidade no processo e a economizar graças à durabilidade dos EPIs.


2º lugar: Ball - Atuante no mercado de alumínio, instituiu um amplo projeto de treinamento de colaboradores, em todas as suas unidades da América do Sul, para a conscientização sobre a importância do uso correto das vestimentas de proteção Tychem 4000 para a efetiva proteção química no ambiente de trabalho.


3º lugar: ArcelorMittal - Os macacões de segurança DuPont Tyvek 500 foram a solução ideal encontrada pela companhia para proteger trabalhadores de uma mina em Itatiauçu/MG contra agentes como óleo, graxa, desengraxantes e poeira. A decisão garantiu maior proteção e conforto dos colaboradores e redução de trocas diárias dos EPIs, com significativa redução de custos.


Internacional América Latina


1º lugar: Sunshine Bouquet/Colômbia - especialista em produção e exportação de flores, percebeu que seus processos de tingimento e compostagem precisavam de EPIs mais seguros e passou a utilizar trajes DuPont Tyvek, que neutralizaram riscos químicos e biológicos sem comprometer conforto ou mobilidade de colaboradores. O projeto zerou o número de acidentes na área de tingimento da empresa.


2º lugar: Quintana Wellpro/Argentina - Especializada em fornecer equipamentos e serviços de alta qualidade em perfuração, workover e extração de petróleo, identificou a necessidade de incorporar tecnologia mais avançada na proteção de colaboradores contra arco elétrico. Após analisar diferentes materiais, optou pelas vestimentas Nomex Comfort, que absorvem muito menos umidade em relação a fibras celulósicas, oferecem alta proteção e melhor custo-benefício.


3º lugar: Industria Farmacéutica Argentina - A necessidade de promover um ambiente de produção mais seguro em seu Laboratório de Farma Humano levou a indústria, que produz comprimidos e granulados, a fazer testes de abrasão, permeabilidade e transferência química com alguns materiais usados em EPIs. DuPont Tyvek saiu-se melhor em todos os quesitos, incluindo conforto, resistência a rasgos, costura e flexibilidade.


Estudante


1º lugar: Genoma Rede de Ensino (Betim/MG) - A estudante Juscilaine de Almeida Santos analisou um acidente envolvendo vazamento de hidróxido de sódio na ArcelorMittal. Após um amplo estudo, foram implantados macacões de segurança DuPont Tyvek, que provaram ser melhores que os concorrentes em resistência, durabilidade, conforto e material.


2º lugar: Senac (Santos/SP) - Como reduzir os casos de alergias causados pelo contato de trabalhadores com detergentes industriais? A estudante Gislaine Kéli Fonseca Marino encontrou a solução ao acompanhar projeto que implementou macacões DuPont Tychem 2000 em uma empresa que atua com manutenção e lavagem de tanques de produtos químicos. Resultado: 100% de aprovação dos trabalhadores, zero afastamento por alergia e redução de custos.


3º lugar: Senac Santo André/SP - Em projeto da estudante Keith Ribeiro Alexandre foi detectado que luvas usadas para a manutenção de máquinas por funcionários da transportadora Testa Transportes, de São Bernardo do Campo/SP, não eram adequadas devido ao alto risco de corte, perfuração e queimaduras. As luvas de Kevlar solucionaram o problema, com alto ganho em proteção e conforto.


Proteção Contra Covid-19


Homenageado: Instituto Butantan - Um dos principais centros de produção de vacinas e soros do País escolheu a linha Tyvek Isoclean para garantir segurança, conforto e qualidade para profissionais que passaram a lidar diariamente com amostras do vírus Sars-CoV-2 nos processos de estudos de patogenicidade viral, diagnóstico, prevenção e tratamento da doença. A iniciativa é uma sequência da parceria Butantan-DuPont, que rendeu a primeira colocação ao instituto na Categoria Química em 2018, em um projeto que, assim como neste ano, é de autoria de Vanessa Evelin Jesus Vilches Sant’Anna.


Influenciador do Ano


Premiados: Cristiano Ferreira e Isamara Cruz, da empresa: ArcelorMittal Número de likes: 4.754 votos em https://we.tl/t-1lU7KsHikz. No vídeo mais curtido da premiação, o engenheiro de segurança e a técnica de segurança da ArcelorMittal de Serra Azul (MG) falam sobre o caso da empresa envolvendo brigada de emergência, gestão de riscos e seus controles. Na proteção de brigadistas contra riscos químicos, a conclusão dos profissionais é certeira: “Use DuPont!”


A DuPont Segurança & Construção é líder mundial no fornecimento de inovação para as necessidades essenciais da vida, como água, abrigo e segurança; permitindo que seus clientes beneficiem-se através de capacidades únicas, escala global e marcas icônicas, incluindo Corian, Kevlar, Nomex, Tyvek, GreatStuff, Styrofoam e Filmtec.