Buscar

Calçado totalmente alinhado com o conceito de economia circular


A Top Shoes lançou um calçado totalmente desenvolvido pelo conceito da economia circular. Na prática, a matéria-prima é elaborada a partir do reaproveitamento de PET, que é micronizado e transformado em fibras que dão origem aos fios com os quais são produzidos os cabedais. Esses cabedais são elaborados por um sistema que se propõe a ser o mais sustentável hoje na cadeia produtiva, que é o 3D NIT, evitando a geração de resíduos.


O solado, por sua vez, é em borracha natural e também pode ser micronizado e transformado em pó para o desenvolvimento de novo solado. Neste caso se usam 90% dessa matéria-prima e somente 10% de material virgem, gerando assim um produto com as mesmas características visuais e técnicas do material originalmente desenvolvido.


Além dessas vantagens, o sistema de montagem, aliado às características dos materiais, facilita que, após o descarte do calçado, o mesmo possa ser facilmente desmontado para que as partes sejam novamente utilizadas na produção de novas matérias-primas, num processo contínuo por infinitas vezes.


“A grande sacada desse sistema todo é que não se constrói subprodutos a partir dos rejeitos, mas se gera valor a uma matéria-prima que é nobre na sua origem”, pontua o diretor da empresa, Gustavo Dal Pizzol, ao lembrar que há quem usa sobras de EVA, por exemplo, para fazer palmilha. Neste caso, um solado que custa em torno de R$ 30,00 acaba virando matéria-prima para palmilhas que custam R$ 2,00, em média, o que para ele é um desperdício de dinheiro. Já a sua proposta é fazer um novo solado que será comercializado novamente a um valor de R$ 30,00.

Entre em contato conosco

Revista Tecnicouro

Rua Araxá, 750 - Bairro Ideal

Novo Hamburgo - RS

CEP 93334-000

(51) 3553-1000

Assine a newsletter