Buscar

Bordados com digitalização e sustentabilidade


A Pégasus Bordados Eletrônicos investe em inovação desde seu surgimento, em 1999. Através do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), projetos especiais da Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal) e de consultoria do Instituto By Brasil, a empresa aposta em duas frentes para diferenciar-se e mostrar seus serviços de acabamento: digitalização e sustentabilidade.


Uma dos maiores destaques é a pesquisa e desenvolvi- mentos de componentes sustentáveis para moda em cima de metodologias de Design Circular. Nesse contexto, a em- presa prima por sua produção praticamente nula em resíduos, seguindo a máxima de circularidade “lixo é um erro de design”, e, também, por ressignificar resíduos de couro, tecidos e sintéticos de clientes, criando novas superfícies que podem virar produtos como cabedais, aplicações, bolsas e o que a criatividade direcionar.


Em sua cartela se produtos sustentáveis também trabalha com bordado em cordão de garrafa PET reciclada, e com uma variedade de materiais naturais, como juta, seda orgânica, lã orgânica, algodão e algodão com tingimento natural.


O processo tradicional de tingimento de materiais da indústria da moda resulta em muitos efluentes nocivos ao meio ambiente. Na busca de novas alternativas, o olhar atual volta-se para técnicas milenares de tinturaria através de insumos naturais como cascas de frutas, ervas, sementes e une com expertise de tecnologia, propiciando um processo duradouro e resistente. Essa técnica prevê o uso responsável das plantas locais e o cultivo ético da natureza, além da valorização do artesão que cria alquimias de cores que viram poesia em produtos de bordado de cordão 100% algodão da Pégasus. O resultado também é biodegradável.