Buscar

Arte milenar em estamparia a partir de flores e pancadas


A natureza é a convidada da Flowerpunchers para estampar o cruzamento entre saberes ancestrais e tecnologias emergentes em diversas plataformas phygital - físicas e digitais.

Designers de superfície, apaixonadas por plantas e pelos encantos da natureza, Carol Garcia e Gabriela De Laurentis, uniram-se em março de 2020 para realizar uma obra floral têxtil em conjunto para uma exposição. A partir desse marco inicial, as marteladas e o encantamento pelas plantas se intensificaram. Em maio, o jardim floresceu com a integração de Solimar Isaac, arquiteta paramétrica e digital flowerpuncher, que completou o trio.


Hoje, a empresa produz estampas, acessórios e adornos inspirados na natureza e nos fios invisíveis que unem todas as pessoas. Isso inclui realidade aumentada e realidade imersiva, entre outras possibilidades. Esta estampa natural exclusiva - a FP_Saintpaulia | Viole(n)ta - foi feita artesanalmente sobre base de tecido 100% algodão com técnica de flowerpounding, que compreende o processo de batidas suaves e localizadas com uma marreta fazendo a transferência do pigmento da planta fresca para o tecido de fibra natural. Recém-colhidas, todas as flores, folhas e ervas silvestres utilizadas foram selecionadas manualmente.


Esta peça única compreende amostra em tecido 20cm x 20cm da estampa original, acompanhada de caixa de inspiração analógica contendo elementos reciclados do processo. A amostra têxtil pode ser utilizada como matriz de estamparia digital ou como aplicação base para outra atividade, incluindo bordado, pintura ou costura. A caixa de inspiração engloba imagens, velas, sabonetes, pot-pourri e incensos, além de outros mimos digitais inspirados por FP_Saintpaulia | Viole(n)ta. Ambas nascem do conceito de economia circular, à medida que esta reflexão é desenvolvida pela empresa e artistas convidados, incluindo artesãos, músicos, arquitetos, designers 3D, biólogos, fotógrafos, escritores e matemáticos.


A peça requer cuidados na lavagem, que deve ser feita à mão, com secagem à sombra. Como se trata de tingimento natural, variações na tonalidade podem ocorrer após quatro a seis meses de uso. A aquisição desta peça compreende a possibilidade de participar de uma oficina em ambiente virtual para aprendizagem da técnica, de modo a capacitar o tutor da peça a realizar suas próprias criações em flowerpounding. As oficinas acontecem mensalmente em data a definir.