Edição 318 - Mai/Junho 2020

Covid-19: Entidades atuam pela recuperação do setor

LEIA A EDIÇÃO COMPLETA

Causa direta da queda abrupta dos negócios do sistema coureiro-calçadista, a crise provocada pela pandemia da covid-19 também refletiu negativamente no mercado de trabalho, com a eliminação de mais de 30 mil postos de trabalho (até maio). Isso tudo aconteceu justamente num período em que as apostas eram de que a roda da economia finalmente começaria a girar de maneira favorável para toda a cadeia de fornecimento, produção e distribuição de calçados e artefatos e seus materiais componentes. Segundo dados divulgados pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), em abril foram embarcados 4,84 milhões de pares por US$ 30,3 milhões, quedas de 40% em volume e de 60,8% em faturamento na relação com mesmo mês do ano passado. Com o resultado, no quadrimestre, as exportações somaram 36,87 milhões de pares e US$ 271,2 milhões, quedas de 14,4% em volume e de 21% em faturamento na relação com período correspondente de 2019.

Segundo a entidade, entre janeiro e abril, os norte-americanos importaram 3,1 milhões de pares por US$ 51,32 milhões, quedas de 35,4% em volume e de 26,7% em faturamento na relação com o mesmo período do ano passado. 

O segundo comprador internacional do quadrimestre foi a Argentina, para onde foram enviados 2,68 milhões de pares, que geraram US$ 28 milhões, incremento de 7,4% em volume e queda de 10,6% em faturamento na relação com o primeiro quarto de 2019. A França apareceu no terceiro posto entre os importadores de calçados brasileiros. No quadrimestre, os franceses importaram 2,5 milhões de pares, pelos quais foram pagos US$ 16,16 milhões, quedas de 18,3% e de 13,3%, respectivamente, na relação com período correspondente do ano passado. 

Naturalmente este cenário atinge em cheio também toda a cadeia de suprimento e distribuição. A redação da Tecnicouro procurou as entidades setoriais para que pudessem falar sobre como cada uma delas percebia o mercado no período imediatamente anterior à pandemia, como estas projeções de cada um dos setores foram afetadas e de que forma essas instituições estão trabalhando para ajudar as empresas as quais representam a enfrentarem essas adversidades.

Leia essa matéria na íntegra clicando na edição completa (páginas 55 à 59).


Edições Anteriores
318
Mai/Junho
2020
317
Mar/Abr
2020
316
Jan/Fev
2020
315
Nov/Dez
2019
314
Set/Out
2019
313
Jul/Ago
2019
312
Mai/Jun
2019
311
Mar/Abr
2019