Edição 311 - Mar/Abr 2019

Inovação e tecnologia para a indústria calçadista

LEIA A EDIÇÃO COMPLETA

A tecnologia da informação a serviço da indústria calçadista é o tema do projeto Fábrica Conceito 2019 realizado durante a 43ª Feira Internacional de Couros, produtos Químicos, componentes, Máquinas e Equipamentos para Calçados e Curtumes (Fimec), que acontece de 26 a 28 de fevereiro, das 13h às 20h, nos pavilhões da Fenac, em Novo Hamburgo/RS.

Neste espaço, os visitantes podem ver a aplicabilidade de materiais e processos tecnológicos e logísticos que são utilizados em duas linhas de produção funcionando em tempo real. Realizado conjuntamente pela Fenac, Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçado e Artefatos (IBTeC) e Coelho Assessoria Empresarial, o projeto reúne em torno de 70 empresas, desde fornecedores de matérias-primas até sistemas de gestão, logística de distribuição, controle da produção, máquinas e destinação dos resíduos industriais da fábrica. Esta edição envolve também 60 colaboradores, além de alunos da Escola do Calçado do Senai.

PARCEIROS - Neste ano, as marcas parceiras são a Kildare (calçados masculinos) e a Arezzo (calçados femininos), que desenvolveram inovações especialmente para o projeto. A Fábrica Conceito conta ainda com uma linha de montagem do Senai, que produz um sapato com solado Anabela desenvolvido pelos alunos da própria instituição. Nos três dias da feira serão montados em torno de 2.250 pares, sendo 900 da marca Arezzo, 450 da Kildare e 900 do Senai. Além da Arezzo e da Kildare, a Fábrica Conceito tem como parceiros máster a Basf e a Covestro.

Tudo começou em 2010, quando a Fenac, conduzida pelo então diretor-presidente Ricardo Michaelsen, o IBTeC, que na época era dirigido pelo presidente Dr. Rui Guerreiro, e a Coelho Assessoria Empresarial, fundada pelo empresário Luís Coelho, somaram forças para a realização de um projeto que pudesse demonstrar aos visitantes da Fimec não apenas como funciona uma linha de montagem na indústria calçadista, mas apresentar de forma didática algumas novidades lançadas na feira.

A ideia é que os visitantes possam ver como os desenvolvimentos se comportam durante as diferentes etapas da linha de produção e tenham a oportunidade de interagir com os técnicos das empresas fornecedoras para o esclarecimento de quaisquer dúvidas a respeito de um componente, uma máquina ou um sistema automatizado.

Outra característica é o perfil social. Além de ser uma oportunidade para que os profissionais mostrem as suas habilidades e com isso aumentem as suas chances de se recolocarem no mercado de trabalho, parte dos calçados desenvolvidos na feira são doados a entidades de assistência social, para que elas possam fazer a distribuição ou a venda dos mesmos, transformando esses produtos em recursos financeiros. A sustentabilidade ambiental é outro pilar que norteia o projeto, sendo que a prioridade - tanto na escolha dos materiais quanto das máquinas e equipamentos utilizados - é que sejam ambientalmente corretos, causando o menor impacto possível na natureza e na saúde das pessoas, seja, elas os trabalhadores da fábrica ou os usuários.

"O projeto ganhou vida com o apoio de muitos parceiros, perseverança e foco na ideia de apresentar uma iniciativa inovadora e, ao mesmo tempo, muito valiosa em termos comerciais e de experiência para os públicos envolvidos no negócio do calçado. Assim nasceu a Fábrica Conceito, que hoje é uma ação consagrada e reconhecida, e se mostra extremamente acertada em seu ambiente, a Fimec, onde o verdadeiro público interessado no saber e no fazer do dia a dia da indústria calçadista e de couros de encontra", pontua Ricardo Michaelsen ao relembrar a primeira edição sendo o anfitrião e ao mesmo tempo realizador. "Tivemos muitos desafios no início desse projeto, mas todo aprendizado fortaleceu ainda mais nosso propósito e resultados, que são hoje muito esperados na Fimec", conclui.

Naquela primeira edição foram montados dois modelos de calçados: um sapato social feminino e um sapato masculino, ambos sem marca parceira. O espaço total era de 400m2, instalado em uma área anexa aos pavilhões. Hoje são 1.200m2 e o projeto está localizado em uma área nobre por onde passam praticamente todos os visitantes da feira.

Para esta edição, os visitantes da feira terão uma fábrica realmente inovadora na área de gestão, com sistemas de integração de máquinas e equipamentos que aumentam a produtividade das indústrias e garantem controle da performance da produção em tempo real.


Edições Anteriores
311
Mar/Abr
2019
310
Jan/Fev
2019
309
Nov/Dez
2018
308
Set/Out
2018
307
Jul/Ago
2018
306
Mai/Jun
2018
305
Mar/Abr
2018
304
Jan/Fev
2018