Edição 300 - Mai/Jun 2017

300 motivos que nos orgulham de nossa linha editorial

LEIA A EDIÇÃO COMPLETA

É com imensa satisfação que a Revista Tecnicouro apresenta a sua 300ª edição impressa. Há 38 anos, a publicação foi criada pelo Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçado e Artefatos (IBTeC) com o propósito de disseminar o conhecimento técnico e científico entre a cadeia de valor do sistema coureiro-calçadista brasileiro. 

Porém, cada vez mais, buscamos ampliar o nosso público-alvo trazendo para a discussão temas que tenham reflexo também na sociedade, tais como a inovação tecnológica e os seus impactos nos produtos, nos sistemas de produção e nas pessoas; a sustentabilidade dos negócios (pilares econômico, social, ambiental e cultural); a necessidade do controle das substâncias restritivas para a saúde das pessoas e a preservação do meio ambiente; os desafios para o design com identidade brasileira; os cuidados necessários para o desenvolvimento e a comercialização dos equipamentos de proteção individual (EPIs); a urgência de se detectar e atender as expectativas do consumidor contemporâneo - que está cada vez mais empoderado pela consolidação das redes sociais como meio de comunicação instantânea, de grande abrangência e longo alcance.

Referência na disseminação do conhecimento
A Tecnicouro procura se renovar a cada edição sem perder o seu foco, condição esta que possibilitou ao veículo se tornar referência como fonte de pesquisa para técnicos, estilistas, designers e empresários do setor. Mas além destes, a revista recebe cada vez mais a atenção de pesquisadores e estudantes universitários com interesse em diferentes áreas como moda, design, segurança no trabalho, engenharia de produtos e biomecânica, além de alunos de cursos técnicos do ensino médio, o que é muito significativo, pois serão eles os profissionais que garantirão a continuidade e o avanço do segmento calçadista no mercado.

Ao longo das seis edições anuais, a revista procura, através dos temas abordados em suas matérias e reportagens, também incentivar os empresários a se aproximarem das instituições de ensino, dos centros de pesquisa e das agências de fomento visando a implantar no ambiente fabril a cultura da pesquisa aplicada voltada para o desenvolvimento de produtos inovadores e com alto valor agregado a partir de diferenciais competitivos como o conforto e a saúde dos usuários.

Essa dedicação diária tem como propósito ampliar cada vez mais a relevância da publicação como um veículo para a disseminação do conhecimento ao longo da cadeia de valor do couro e calçado. Por tudo isso, cada exemplar que pomos em circulação nos faz acreditar que o nosso esforço vale a pena.

Desta forma, aproveitamos esta edição tão significativa para renovar nosso compromisso de sempre trazer novos assuntos dos quais nossos leitores possam tirar proveito para o seu negócio, a sua atividade profissional ou os seus estudos, sendo ainda um canal confiável para a divulgação de produtos e serviços oferecidos pelos anunciantes. 

EDIÇÕES HISTÓRICAS
A primeira edição da Revista Tecnicouro circulou no trimestre julho/agosto/setembro de 1979, o IBTeC se chamava Centro Tecnológico do Couro, Calçados e Afins (CTCCA). A Direção Geral era presidida por Roberto Luiz Sieler e havia um Conselho de Administração e um Conselho Fiscal, além de um Grupo Executivo sob a superintendência de Davino Tomazoni. O redator da revista era Everton Leoni e a edição trouxe um artigo falando sobre o sistema internacional Mondopoint, com aprovação ISO, que foi criado para substituir todos os demais métodos de numeração em calçados.

A edição de número 100 chegou ao mercado em janeiro de 1994. A Direção Geral tinha como presidente Marcos Aurélio Macedo e as vice-presidências representavam segmentos do sistema coureiro-calçadista (Couro, Calçados, Componentes, Máquinas, Resíduos Industriais e Moda e Mercado). O superintendente era Luis Coelho e a Tecnicouro tinha como editor Mauro Heitor Klein. Uma matéria tratou sobre oportunidades de exportação para a República Popular da China, que se consolidava como um imenso mercado de produção de calçados, maquinário e bens de consumo.

A Tecnicouro de número 200 foi impressa em 2004. A diretoria do CTCCA tinha como presidente Martinho Fleck, e havia 11 conselhos técnicos representando os setores do Couro, Calçados, Componentes, Máquinas, Meio Ambiente, Ensino, Serviços, Recursos Humanos, Moda e Design, Lojistas e Inovação Tecnológica. O superintendente era Gilmar Dalla Roza e havia ainda os conselhos Fiscal, Editorial e Científico. O jornalista Milton Grabin era editor da revista e a matéria principal foi sobre o Projeto Passo a Passo realizado na Francal, que mostrou processos da fabricação de uma chuteira e de dois modelos de tênis, com destaques para sistemas de amortecimento de impactos.

A 300ª Revista Tecnicouro chega renovada em 2017, com um planejamento gráfico moderno e informações em sintonia com momento desafiador do mercado. O IBTeC passou por uma reformulação no seu estatuto e está estruturado com um Conselho Deliberativo, que tem como presidente Claudio Chies, e um Conselho Fiscal. A gestão foi profissionalizada e Paulo Griebeler é o primeiro presidente executivo da instituição, estando em seu terceiro mandato consecutivo. O jornalista Luís Vieira é o editor da publicação, que nesta edição tem como chamada de capa uma matéria que explica didaticamente a questão das substâncias restritivas, um tema de extrema importância para o sistema coureiro-calçadista, principalmente às empresas exportadoras.


Edições Anteriores
303
Nov/Dez
2017
302
Set/Out
2017
301
Jul/Ago
2017
300
Mai/Jun
2017
299
Mar/Abr
2017
298
Jan/Fev
2017
297
Nov/Dez
2016
296
Set/Out
2016